New Music International Festival. De 04 a 09 de dezembro de 2012. Oi Futuro Ipanema, RJ, Brasil
Novas Frequências

A música experimental é delas

por Tomás Pinheiro

Música Experimental/Eletrônica sempre foi um grande clube do bolinha nerd. Fosse na plateia ou fazendo música, mulheres eram muito raras. Mas diferente do ano passado, quando não houve mulheres se apresentando, este ano a escalação do Novas Frequências conta com um elenco feminino de peso: a dupla de irmãs Prince Rama, Juliana Barwick, Maria Minerva e Inga Copeland metade do Hype Willians mas que também tem uma carreira solo. Essa dominação de mulheres não é só no festival, cada vez mais vemos elas assumindo papéis importantes no cenário da música experimental/eletrônica.

Há um ano, o crítico musical Simon Reynolds escreveu um artigo para o NYT no qual falava sobre uma série de artistas mulheres cujo o ponto em comum era os sintetizadores. Entre as artistas citadas no artigo, gente como Nite Jewel, Laurel Halo, Grimes e a própria Maria Minerva. Hoje podemos encaixar nesta cena também as outras três meninas que vêm ao Novas Frequências. Apesar de Juliana, Inga e o Price Rama não fazerem synth music, elas estão ligadas às citadas no artigo de Reynolds por simplesmente buscarem uma sonoridade única e fugirem dos parâmetros pop atuais.

Sintetizadores à parte, a música experimental é cada vez mais embelezada por mulheres talentosíssimas. Só em 2012, podemos listar várias lançamentos importantes – além dos já falados – nos quais elas estão presente: Julia Holter, Motion Sickness of Time Travel, Grouper, Inergaze, Factory Floor e por aí vai.  Sem falar em Amanda Brown, artista que assina como LA Vampires e é a fundadora dos selos Not Not Fun e 100% Silk, hoje considerados selos de grande importância para o cenário eletrônico e experimental e que lançou artistas como Minerva, Prince Rama, Sun Araw, Ital, Peaking Lights, Fort Romeau, entre outros.

Se em 2011 tivemos um elenco só de cuecas, esse ano as mulheres assumem a frente no Novas Frequências. Teremos a beleza estranha de Maria Minerva e sua música de um “pós-pós noite dentro d’água”; as irmãs Taraka & Nimai Larson do Prince Rama tocando os 10 hits para se ouvir antes do mundo acabar; Juliana Barwick mostrando por que sua voz é seu principal instrumento; e Inga Copland junto com Dean Blunt a frente do bizarro Hype Willians. Ou seja, elas prometem fazer um show à parte.

Tomás Pinheiro é redator do site PartyBusters.org

 
Comments