New Music International Festival. De 04 a 09 de dezembro de 2012. Oi Futuro Ipanema, RJ, Brasil
Novas Frequências

Sávio de Queiroz

savio

por Sávio de Queiroz  
Modular

Artwork: Fernando Rocha

Ouça a Mixtape de Sávio de Queiroz clicando neste link!

Não me considero exatamente um produtor, fui movido pela vontade de tentar criar espaços e consolidar a circulação da música na qual eu acredito, sem fazer as habituais concessões. Comecei a produzir completamente por acaso – surgiu a oportunidade de realizar um show do John Zorn (de quem sou fã) no Rio –, um gesto bastante arriscado, mas que se concretizou. E foi uma noite incrível, o que me levou a montar a Modular, minha empresa, e ser mais ativo na cena.

O maior desafio é lidar com as estruturas burocráticas e com a falta de interesse oficial por tudo que não se configura imediatamente como um fato mercadológico. A música chamada de “vanguarda” (o termo não me encanta) não se paga sozinha – e os apoios são escassos.

Certamente o maior prazer é ver pessoas (especialmente as mais jovens) que não tiveram contato com esse tipo de música tendo uma experiência completamente nova e passando a se interessar. Nesses momentos, surge em mim esperança de ver isso se expandir, se misturar, se confundir, gerar novas concepções musicais.

Sobre a produção cultural no Brasil, gostaria de ver algo menos engessado, mais aberto a novas idéias – musicais e espaciais. Sair das trincheiras. O novo não pode ser só aquele que já está certificado – esse já sequer é novo. Gostaria de ver mais diálogo entre os diferentes nichos e não uma guerra pelo dinheiro público.

Acredito especialmente que música não é só marketing ou tendência, mas sons que realmente vivemos, que despertem, pelo menos no seu momento de atualidade, uma experiência singular. Sons em busca de imanência.

 
Comments